top of page

Festival de Asala & A Grande Invocação

O Festival da Lua Cheia de Asala celebra a Vitória da Humanidade, além de ter sido a Luz em que o Buddha Siddartha Gautama atingiu sua iluminação. É um momento propício para transmutarmos os aspectos de nossas personalidades que estejam em desequilíbrio, trazendo mais verdade, amorosidade ao nos comunicarmos e autoestima. A transformação de nossa sombra deve ser feita de forma simples e honesta, uma verdadeira conversa com a alma, um momento de escrita, ou mesmo um atendimento terapêutico.


Alguns dos grandes ensinamentos búdicos são a meditação, a atenção plena, a respiração consciente, as Quatro Nobres Verdades e o Caminho Óctuplo:

1 – O sofrimento existe na vida desequilibrada e desarmônica; ⠀

2 – O sofrimento tem uma origem, uma causa que é possível ser identificada como o apego;⠀

3 – O equilíbrio pode ser restaurado;⠀

4 – O equilíbrio da vida pode ser atingido seguindo-se o Caminho do Meio (Caminho Óctuplo): Ter Opiniões puras; Aspirações puras; Palavras puras; Procedimentos puros; Modo de viver puro; Esforços puros; Pensamentos puros; Meditação e contemplação puros.⠀

É preciso exercitarmos a correta crença; correta aspiração; O correto falar; As corretas ações; O correto viver; a correta intenção; O correto pensar; A correta concentração

Podemos receber esta energia em nossos corpos para transformação, manifestação, amor, alegria e vitória olhando para o céu(mesmo que não possa vê-la!) ou mesmo visualizando-a à sua frente, envolvendo você em seu facho de luz dourada.


A GRANDE INVOCAÇÃO

Uma oração forte para este momento é a que foi recebida em 1945 por Alice Bailey, grande escritora, canal de luz dos Mestres, fundadora da Editora Lucis Trust; em 1923, a Escola Arcana e em 1932 o Movimento Internacional da Boa Vontade. herdeira da Sociedade Teosófica de Madame Helena Blavatsky, a maior esoterista de todos os tempos. Trata-se da GRANDE INVOCAÇÃO. Em horários quadrantes, como 6h, 9h, 12h, 15h, 18h e 21h, a energia é mais intensa e podemos receber e irradiar melhor estes benefícios divinos. No outono de 1919 foi contatada pelo mestre tibetano Djwal Khul eentre 1919 a 1949 surgiram os 24 livros canalizados por ela.

“A GRANDE INVOCAÇÃO”

Do ponto de Luz na mente de Deus, que flua Luz às mentes dos homens, que a Luz desça à Terra.

Do ponto de Amor no coração de Deus, que flua amor aos corações dos homens, que Cristo retorne à Terra.

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida, que o propósito guie as pequenas vontades dos homens, propósito que os Mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos a raça dos homens, que se realize o plano de Amor e de Luz e feche a porta onde se encontra o mal.

Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra hoje e por toda a eternidade. Amém!

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page